Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


segunda-feira, 29 de março de 2010

Naufragio no RN

Neste sabado ultimo, conheci um dos velejadores que naufragaram no nosso litoral norte na semana passada,entre a praia de Enxu-queimado e a Ponta dos tres irmãos.Ele me contou que são dois amigos da Croacia e o barco tem bandeira americana, por volta de quatro horas da madrugada o barco começou a fazer muita agua sem que eles conseguissem localizar o ponto por onde estava entrando, resolveram então traze-lo para o litoral para tentar encalha-lo numa praia o que quase conseguiram pois a meia milha da praia ele foi a pique ficando a 10 metros de profundidade o que facilitara numa tentativa de resgate.
Segundo esse rapaz que se chama Ivo, eles precisam de ajuda para tentar esse resgate e depois tirar esse barco da agua para o conserto. Se  alguem tiver alguma forma de ajudar ou alguma informação que possa ser util sera bem vinda. Tomei a liberdade de indicar a ele o Iate Clube do Natal como ponto de busca de informações a esse respeito

Nenhum comentário:

Postar um comentário