Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Um pouco de culinária é sempre bom


Carré de Cordeiro precoce (corte francês) com polenta mole
Luiz Morandi*


1º Jul 2009
O prato é fácil e pode ser feito com vários acompanhamentos, como risotos, batata souté, arroz branco, polenta, etc.
Próprio para a praia do Sítio: o bar abre à tardinha com o prenúncio de uma noite enluarada e vamos lá.

Carré de Cordeiro precoce (corte francês) com polenta mole.
-400 gr de carne por pessoa
-tempere com alho, cebola, sal e pimenta ao gosto.
-selar a carne numa panela ampla, regando lentamente com cerveja, dourando a carne e formando o molho.
-Servir o prato com o molho por cima da polenta com parmesão, se tiver gratinador use. Assinar com geléia de pimenta, decorando com folhas de manjericão.






(*) O Comandante Luiz Morandi é um experiente lancheiro e velejador, e requintado gourmet.

Retirado do www.popa.com.br

Um comentário: