Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Passageira clandestina encontrada no Veleiro X-Pa


Companhia nada agradável... Foto Vado do Veleiro X-Pa
Semana passada uma discussão no Grupo da ABVC me deixou bem impressionado. O assunto pra mim nada agradável, dava conta do encontro de velejadores e cobras na Ilha da Cotia em Paraty. De acordo com o narrado pelo comandante Vado do Veleiro X-Pa (sociedade com o Peter Menzel que é socio da ABVC), o assunto é muito sério, Vado declarou: - A danada embarcou em Janeiro. O caso é que realmente se trata de uma cobra das mais venenosas que existe no Brasil, a Jararaca, e de acordo com os biólogos do projeto Bemar de Tarituba, dificilmente eu sairia ileso de um ataque da mesma, pois, a distancia é longa e demoraria muito tempo para chegar até Paraty pra ter um socorro de acordo. O melhor a fazer é tomar muito cuidado ao desembarcar na ilha, não colocar o bote em terra nem amarrado em árvores para assim evitar o embarque das mesmas (acredito que foi por ai que a “minha” chegou a bordo) e alertar o máximo de pessoas possível.
Nosso amigo Eduardo Schwery do Veleiro Regwell disse: - Alguma providência tem que ser tomada, e toda a cautela é pouca!
A família Planeta Água que já esteve na Ilha da Cotia em diversas oportunidades, pede a todos os navegadores que fundeiam e desembarcam no excelente abrigo que é a Ilha da Cotia que, fiquem alertas e tomem muito cuidado.
Postado no Planeta Agua