Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


domingo, 12 de agosto de 2012

Fábrica de navios mais antiga do mundo fecha na Inglaterra


Fábrica de navios mais antiga do mundo produziu em Julho a última embarcação. As dificuldades do sector obrigaram ao encerramento.
A fábrica de navios mais antiga do mundo vai fechar, tendo vendido o último navio em Julho, refere a empresa de contabilidade Tait Walker num comunicado citado pela Bloomberg.
Com sede em Newcastle e a operar desde 1730, a Stephenson Clarke Shipping empregava actualmente nove pessoas. Por se tratar de uma pequena empresa não haverão implicações no sector.
A indústria de navios em Inglaterra teve receitas no valor de 12,6 mil milhões de libras (15, 91 mil milhões de euros) em 2010, segundo a entidade que representa a indústria do sector.
A circulação marítima de matérias-primas está a decrescer, de acordo com dados avançados pela Bloomberg.

Postado no Popa