Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


quinta-feira, 8 de abril de 2010

Navegue com Segurança

A revista INFORMATIVO MARÍTIMO – DPC, Nº 4, tras publicado na sua última pagina o artigo escrito pelo amigo velejador Nelson Mattos em Dezembro de 2009, NAVEGUE COM SEGURANÇA, e publicado no Jornal TRIBUNA DO NORTE, coluna DIÁRIO DO AVOANTE. O INFORMATIVO MARÍTIMO-DPC, pode ser visto no site:https://www.dpc.mar.mil.br/Informativo/out_dez09/index_.htm. Vale a pena dar uma olhada no artigo pois estão muito bem colocadas todas as precauções que um comandante deve ter para a segurança de sua embarcação e das pessoas sob sua responsabilidade a bordo.