Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


sábado, 7 de julho de 2012

Realizando um sonho

Dando aquela passada pelo blog do Maracatu, me impressionou o post que fala do Aventura e a realização de um sonho. Só o fato de de falar do Aventura, um veleiro de 50 anos e que ainda faz bonito ate contra veleiros mais jovens, ja seria de impressionar, mas o que chamou a atenção foi o fato de que Átila Bohm, um cara que tem zilhões de milhas passadas por baixo das tantas quilhas em que ja velejou, tinha um sonho de menino de velejar no Aventura. Sendo um barco de sua terra(RS) e conhecendo tanta gente da vela, jamais imaginei que ele tivesse um sonho desses e levasse tanto tempo a realiza-lo. Mas foi finalmente realizado durante a Regata de Veleiros Clássicos de Angra dos Reis. Agora, olha a felicidade do Cara!

 

clip_image002clip_image004