Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


quarta-feira, 2 de julho de 2014

Impulso à economia de Florianópolis com o setor náutico

Enquanto em Natal ja se passaram quase dez anos do projeto de implantação de uma marina, e continuamos perdendo uma oportunidade econômica imensa devido a nossa posição geografica no caminho para o Caribe, no sul e sudeste as marinas criam empregos e aumentam o turismo a cada ano.


Diversas atividades econômicas de Florianópolis estão ligadas ao mar pelo fato de o município abrigar belíssima ilha e praias continentais. Mas é possível agregar ainda mais valor, especialmente com o setor náutico. Essa virada será possível com a instalação de quatro marinas que estão em fase de licenciamento. Segundo o prefeito Cesar Souza Junior, o executivo municipal está finalizando os projetos e vai solicitar ao Serviço do Patrimônio da União (SPU) e a órgãos ambientais licanças para instalar uma marina na altura do trapiche da Beira-mar Norte e outra em área continental, ambas flutuantes, o que significa baixo impacto ambiental. Além disso, há dois projetos privados avançados, o da marina do hotel da Ponta do Coral, também flutuante, e o da Ponta do Ataliba, na área continental, perto do Parque Coqueiros, que será no Litoral e terá complexo de lojas e restaurantes.
Veja a matéria completa em nosso site:
http://www.nauticatotal.com.br/cotidiano/2699-impulso-a-economia-de-florianopolis-sc