Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


segunda-feira, 14 de março de 2011

manobra de capear - acalmando a situação




"Capear é realmente a melhor solução quando não sabemos mais o que fazer: cambamos sem tocar nas escotas, deixamos a buja aquartelada, passamos o leme para o lado contrário, deitamos no cockpitfechando os olhos e vemos então as coisas como eslas são..."
Bernard Mointessier
(10 de abril de 1925 Hanoi, Vietnan - 16 de junho de 1994, França)
Esta frase foi extraída do livro "LA LONGUE ROUTE" que no Brasil foi traduzido para ¬ O longo Caminho" de Bernard Mointessier.

Postado no blog do veleiro Big Rider