Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Velejadores brasileiros darão a volta ao mundo coletando plásticos

A Expedição 4 Ventos coletará material plástico na superfície oceânica predominantemente equatorial e documentará a vida marinha e as curiosidades das mais remotas ilhas do mundo.
Marcela Rocha e Danilo Mesquita, ela jornalista e ele produtor de áudio e vídeo, ambos instrutores de mergulho e velejadores. Este jovem casal cheio de coragem e disposição topou o desafio de navegar o mundo por cerca de dois anos coletando plásticos no mar para o IOUSP e documentando a vida marinha e humana nas mais remotas ilhas do mundo.
Milhares de partículas plásticas que bóiam na superfície dos oceanos acabam sendo ingeridas por peixes, pássaros e mamíferos, representando um risco real para a vida destes animais, assim como para seus predadores. Muitos estudos sobre plásticos têm sido desenvolvidos principalmente nos oceanos do hemisfério norte, porém pouco se sabe sobre a real situação das águas costeiras do Brasil no que diz respeito à poluição por plásticos. A expedição percorrerá todos os oceanos do mundo coletando plásticos na superfície d’água.
A Expedição 4 Ventos será uma volta ao mundo a bordo de um veleiro, coletando material plástico na superfície oceânica predominantemente equatorial e documentando em fotos, vídeos e textos, a vida marinha e as curiosidades das mais remotas ilhas do mundo. A expedição representara o mais extenso esforço amostral já realizado por brasileiros para o estudo sobre plásticos nos oceanos.
Pesquisadores do IOUSP embarcaram na idéia da expedição e desenvolveram uma rede especialmente projetada para a coleta de plásticos na superfície d’água por veleiros ou pequenas embarcações. Além disso, os pesquisadores conduzirão um estudo sobre a distribuição do material plástico coletado e outro sobre os poluentes orgânicos associados a este material plástico.
Uma expedição deste porte envolve gastos com alimentação, diesel e manutenção do veleiro. Até o final de fevereiro, a Expedição 4 Ventos busca parceiros através do site de financiamento colaborativo Catarse. O site possibilita que qualquer pessoa contribua com quantias a partir de R$20.
Fonte: Global Garbage