Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


terça-feira, 9 de outubro de 2012

João Maria de Lima “SKIPPER”

O amigo Joca é desses apaixonados por veleiros.

É um cara que trabalha no meio deles; fazendo consertos, reformas e instalação de equipamentos.Nos verões europeus vai para a Dinamarca, onde tem um veleiro, para trabalhar em uma fabrica de pilotos de vento.

Joca sempre teve o desejo de ser skiper e esse ano ele o esta realizando, depois de levar seu veleiro da Dinamarca para a Alemanha para coloca-lo a venda, voltou ao Brasil para trazer o veleiro Namoa de Angra dos Reis para Recife, onde vai correr a REFENO 2012 (Regata Recife / Noronha).

Aproveitando de seu conhecimento mais dois barcos o contrataram para traze-los para o Cabanga, o Scambau e o Uranus.

Joca em alguns trechos da viagem teve a companhia de seu filho Eric, que ja é velejador de optimist,  alem de acompanhar o pai, Eric vai aprendendo e curtindo a vida a bordo.

Para contato com o Joca:

fone- (84) 9414-1172

skype- joaomarialima

e-mail- joaomaria.delima.18@facebook.com