Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


terça-feira, 13 de setembro de 2011

Match Race. Será esse o futuro da vela de competição?

Assim como o voley, basquete , futsal e voley de praia, esportes que não eram tão apreciados pelo grande publico por falta de uma maior divulgação nas midias,  tiveram que se adaptar em termos de tempo de duração total e espaços de tempo durante os jogos para inclusão de comerciais, a vela acredito que para obter mais divulgação, patrocinio e visibilidade tambem tera que se adaptar, e, creio que a melhor formula sera o sistema de match race, uma competição entre dois barcos iguais com uma regra simples, cruzou a linha de chegada na frente ganhou, e que se realiza sempre o mais perto possivel da orla. Que tornará possivel a intalação de arqibancadas em praias ou nas margens de rios  para uma maior paticipação do publico e divulgação de patrocinadores. Nessa sequencia de fotos que foi postada no Popa é possivel ver a disputa acirrada entre os barcos, e a proximidade que é possivel obter do publico com a regata.