Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


domingo, 17 de outubro de 2010

Dragagem do Potengi

.
Numa conversa informal com o capitão dos portos, Alan Kardec, tive a informação que o aumento da largura do canal tem o objetivo de criar mais espaço para os navios poderem girar dentro do rio já que com o aumento da profundidade do canal aumentara também a tonelagem dos navios e consequentemente o comprimento dos mesmos. Como o canal tem cem metros será aumentado em mais cinqüenta, vinte e cinco para cada lado o que fara com que pegue parte do fundeadouro do iate clube.
Segundo Alan Kardec, esse aprofundamento não tomara o fundeadouro, pois a área de manobras dos navios fica em frente ao porto e o aumento próximo ao clube é para tornar o canal mais reto , já que hoje existe uma curva no canal quase em frente ao clube. Já foi pedido a Codern que posicione as bóias de forma a ficarem por fora do fundeadouro, que somente será afetado no aumento de sua profundidade para doze metros.


blogger Marcas: