Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Ameaça real: O megatsunami de Cumbre Vieja (Canárias)

Existem cada vez mais indícios de que estamos prestes a assistir a um Tsunami de proporções históricas. O problema reside num vulcão das ilhas Canárias que os vulcanologistas acreditam estar prestes a entrar em erupção.
O vulcão em questão é o Cumbre Vieja, cuja erupção pode provocar um deslizamento de terras de proporções históricas o qual criaria um mega-tsnunami nunca antes visto. Esta onda gigante deslocar-se-ia pelo Atlântico a uma velocidade de 500 km/h, chegando à costa leste dos EUA ainda com 50 metros de altura.
A erupção do Cumbre Vieja pode ser desencadeada pela do El Hierro, a apenas 128 km de distância que está agora em alerta de erupção. Será esta erupção que vai atirar para o oceano uma grande parte da ilha criando uma onda com mais de 900 metros de altura. Em menos de dez minutos, a onda chegará a Portugal e destruirá a costa numa proporção inimaginável, mesmo comparando com 1755.
Não se trata de saber se este mega-tsunami vai acontecer ou não. Trata-se de saber quando vai acontecer, concordando nisto todos os vulcanologistas. Perante esta ameaça, que, ainda por cima, pode estar iminente, devemos todos precavermos, mantermos em casa um kit de urgência, com medicamentos, mantimentos e água engarrafa e se vivermos em zonas costeiras… estejamos atentos.
Colaboração: Aderbal Amorim
Mais sobre Megatsunamis

Do Popa