Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


terça-feira, 16 de agosto de 2011

Japão: imagem mostra fenda de 80 m criada no mar após tremor

Imagem divulgada na segunda-feira foi registrada no dia 4 de agosto


A Agência de Ciências e Tecnologia Marinha e Terrestre do Japão divulgou nesta segunda-feira a imagem de uma rachadura de pelo menos 80 m de comprimento e um 1 m de profundidade que teria sido aberta no fundo do mar na costa de Sarnriku, no leste do país, após o terremoto do dia 11 de março.
Entre os dias 30 de julho e 14 de agosto, a agência empregou o veículo submersível Shinkai 6500 para conduzir pesquisas a 3,2 km e 5,3 km de profundidade com o objetivo de pesquisar o impacto no fundo do mar causado pelo terremoto.
O desastre deixou mais de 20.400 mortos ou desaparecidos no Japão, e desencadeou a pior crise nuclear do mundo em 25 anos em Fukushima
Fonte: Terra; Foto: Reuters, postado no Popa
Colaboração: Ivandel de Lourenço