Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Velejadores de Santos montam tripulação oceânica com alunos de projetos sociais

São atitudes como esta que fazem a vela chegar a pessoas, que jamais teriam uma chance de mostrar que talvez tenhamos outros Torben Grael em classes sociais que só conseguem aparecer correndo atras de uma bola. 


Preocupados em popularizar o iatismo na região, os velejadores de Santos, liderados pelo bombeiro Douglas Dias, tripulante do Olé Olá, estão montando uma tripulação para competir na classe RGS, apenas com jovens de projetos sociais da região. O barco usado por eles será o Dark Ice, cedido pelos construtores e donos Jorge e Wagner Intaschi, da Intaschi Nautical Performance. “A idéia é que a base da nova equipe seja formada por novos velejadores, oriundos de projetos com referencia em iatismo das cidades da Baixada Santista, aumentando assim o numero de vagas disponíveis em veleiros que competem na baia de Santos e dando oportunidade a novos velejadores no sentido de popularizar o esporte”, disse Douglas.

A seleção dos novos tripulantes será feita neste final de semana, em regatas-treino na Baía de Santos. A primeira competição será o Campeonato Paulista, que começa no dia 28 de agosto, também em Santos. 

Por Mariana Peccicacco
Da redação da nautica