Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


terça-feira, 12 de julho de 2011

Refeno 2011 larga dia 24 de setembro e já tem 52 veleiros confirmados

Foto: Divulgação

Água cristalina, praias paradisíacas e o mais deslumbrante arquipélago brasileiro. Este é o cenário da Regata Oceânica Internacional de Recife-Fernando de Noronha, a “Refeno”, uma das mais tradicionais provas do iatismo nacional. A partida da 23ª edição da regata será realizada no dia 24 de setembro, no Marco Zero, bairro do Recife, e vai reunir velejadores de todo o mundo.
Já estão confirmados até agora 52 veleiros de 11 estados brasileiros: Pernambuco (11), Paraíba (1), Alagoas (3), Bahia (14), Maranhão (1), Espírito Santo (1), Rio de Janeiro (9), São Paulo (7), Santa Catarina (1) e Rio Grande do Sul (1). Velejadores de fora do Brasil também serão presenças garantidas na prova: Argentina, Estados Unidos e Espanha.
Velejar com o mar, o clima e os ventos propícios à boa navegação e, ainda, poder apreciar a capital pernambucana e de um dos pontos mais belos do litoral brasileiro. Por motivos como esses é que a Regata Oceânica Internacional Recife – Fernando de Noronha – Refeno atrai, todos os anos, competidores de várias partes do mundo.
Criada há 23 anos, a competição é conhecida por ser disputada na região dos ventos alísios e sempre na mesma época do ano, entre o final de setembro e início de outubro. Essa característica possibilita a comparação dos resultados de um ano para outro, estabelecendo recordes. O atual recorde é do veleiro Adrenalina Pura – BA, comandado por Georg Ehrensperger, que em 2007 conquistou a marca de 14 horas, 34 minutos e 54 segundos para as 300 milhas de percurso, com média de velocidade acima de 20 nós!

Postado na Náutica