Viajar de veleiro



A maravilha de se viajar de veleiro é que basta que se decida ir para algum lugar, tudo que se tem que fazer é levantar a âncora,içar velas e ir embora.Essa sensação de liberdade é fabulosa,é quase como ter asas e voar livremente,basta bate-las.

Helio Setti Jr.

Tem que ir, ver e sentir!


"...Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor, e o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver..."


Amir Klink


segunda-feira, 11 de julho de 2011

Velejador recebe descarga elétrica, cai em rio e some

Acidente aconteceu em Sales SP. 
O dentista Marcelo Risatto, 39 anos, desapareceu hoje, por volta das 13h, depois de levar uma descarga elétrica quando comandava um barco a vela no rio Cervinho, em Sales. Segundo informações da Polícia Militar, a vela da embarcação tocou a rede elétrica que cruza o rio e a vítima caiu na água depois de levar um choque. O acidente ocorreu perto da ponte que dá acesso às praias.
O supervisor comercial Oliver Sanighauser, 34, também foi atingido pela descarga elétrica, mas caiu dentro do barco. Ele foi encaminhado ao Hospital Padre Albino, em Catanduva, e estava consciente. A namorada de Risatto, a também dentista Francislaine Aparecida Dias de Souza, 33, saiu ilesa.
Risatto iria participar junto com um amigo e a namorada de uma expedição pela hidrovia Tietê-Paraná promovida pela Associação Brasileira de Velejadores de Cruzeiro, que teve início no dia 3, saindo de São Manoel, com previsão de chegada em Ilha Solteira no dia 17, depois de cerca de 500 quilômetros de navegação.
Hoje, eles haviam partido do loteamento Lago Azul, em Sales, pelo rio Cervinho, afluente do Tietê, e iam encontrar com amigos que já estavam na expedição em Adolfo, para concluir o percurso.
Vídeo com cenas do local
Fonte e foto: DiárioWeb,postado no Popa